Slide
ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA - SEIXO MIRA
A NOSSA
ASSOCIAÇÃO
ACRSEIXO

No dia 28 de Outubro de 1980, foi celebrada escritura que deu origem à Associação Cultural e Recreativa do Seixo de Mira. Esta Associação tem a finalidade de promover cultural, recreativa e desportivamente os seus associados.
A Criação da Associação não foi mais que dar sequência formal a uma consideravel actividade no Seixo traduzida no trabalho a dois niveis:
- uma tradição centenária de teatro no Seixo, ( alturas houve em que dois grupos de Teatro estavam em actividade simultânea de preparação e ensaios de Peças Teatrais distintas: O Grupo da Acção católica Rural e o Grupo dos Pisadores da Calçada, num único salão pertença da Paróquia A JUVENTUDE) foi criada a Secção de Teatro, para integrar a referida Associação.
- em plena actividade encontrava-se também um grupo de Jovens que se divertia cantando e dançando músicas populares e/ou folclóricas. Tinham por nome “ Rancho Folclórico Flores Vivas do Seixo”. Aquando da formação da Associação, decidiram integrar a mesma e dar corpo a uma nova Secção, inicialmente só na vertente Folclórica e pouco tempo depois também na Etnográfica, passando assim a designar-se por Grupo Folclórico e Etnográfico Flores Vivas do Seixo de Mira - Secção de Folclore e Etnografia da ACRSM. Propunham-se levar a efeito um aturado trabalho de recolhas na área da Freguesia, trabalho este que teve inicio há 18 anos e traz ocupados todos os seus membros, em número de 50, ainda nos dias de hoje. Trabalho monótono, aturado, de longa duração. Deste surgem trajes, cantigas, modas de dançar, maneira de o fazer, utensílios agrícolas em desuso, instrumentos musicais. Tem primado por levar a todo o lado onde é convidado a actuar, País e Estrangeiro, o nome do Seixo, a imagem do Concelho, a figura impar do Português, apaixonado a amante da sua terra: O natural do Seixo, o SEIXENSE!

Slide
ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA - SEIXO MIRA
TEATRO DA
ASSOCIAÇÃO
ACRSEIXO

Por pesquisas efectuadas, sabe-se da existência de Grupos de Teatro no Seixo desde 1887. Começou por ser representado nas estrumeiras, pátios e celeiros das casas gandarezas, passando por garagens e mais tarde na casa da Juventude, sendo que aí houve alturas em que existiam 2 grupos em actividade simultânea ensaiando e apresentando peças teatrais distintas: o grupo da Acção Católica Rural (ACR) e o grupo dos Pisadores da Calçada. Em 1980 o teatro passa a fazer parte integrante da Associação Cultural e Recreativa do Seixo conjuntamente com o Folclore (Rancho Flores Vivas do Seixo) e com o Futebol.
Com a Construção do Novo Salão Paroquial o grupo foi crescendo em quantidade e qualidade mantendo as tradições e dinâmica, com a encenação de pelo menos uma peça anual para levar à cena na altura do natal ano novo e reis, contemplando áreas como: a comédia, drama, recitais de poesia, monólogos, revista e até operetas.
Este crescimento permitiu alargar as fronteiras do Seixo, por enquanto ao resto do País, com a participação em ciclos e festivais de teatro, bem como com a reconstituição de feiras medievais desde há já 16 anos, os mesmos da 1ª Feira Medieval da Sé Velha de Coimbra em que temos colaborado em todas as edições.
Sendo um grupo amador, só à custa do esforço colectivo se tem conseguido levar o nome do Seixo do Norte ao sul do Pais e quem sabe daqui a uns tempos ao estrangeiro também…
A história é construída no presente, bem-haja a todos os que participam as portas estão sempre abertas a quem queira ajudar e colaborar
Contacto: teatro@acrseixo.com

Slide
ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA - SEIXO MIRA
O FOLCLORE NA
ASSOCIAÇÃO
ACRSEIXO
Slide
ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA - SEIXO MIRA
O DESPORTO NA
ASSOCIAÇÃO
ACRSEIXO
Slide 1
A Associação

No dia 28 de Outubro de 1980, foi celebrada escritura que deu origem à Associação Cultural e Recreativa do Seixo de Mira. Esta Associação tem a finalidade de promover cultural, recreativa e desportivamente os seus associados.
A Criação da Associação não foi mais que dar sequência formal a uma consideravel actividade no Seixo traduzida no trabalho a dois niveis:
- uma tradição centenária de teatro no Seixo, ( alturas houve em que dois grupos de Teatro estavam em actividade simultânea de preparação e ensaios de Peças Teatrais distintas: O Grupo da Acção católica Rural e o Grupo dos Pisadores da Calçada, num único salão pertença da Paróquia A JUVENTUDE) foi criada a Secção de Teatro, para integrar a referida Associação.
- em plena actividade encontrava-se também um grupo de Jovens que se divertia cantando e dançando músicas populares e/ou folclóricas. Tinham por nome “ Rancho Folclórico Flores Vivas do Seixo”. Aquando da formação da Associação, decidiram integrar a mesma e dar corpo a uma nova Secção, inicialmente só na vertente Folclórica e pouco tempo depois também na Etnográfica, passando assim a designar-se por Grupo Folclórico e Etnográfico Flores Vivas do Seixo de Mira - Secção de Folclore e Etnografia da ACRSM. Propunham-se levar a efeito um aturado trabalho de recolhas na área da Freguesia, trabalho este que teve inicio há 18 anos e traz ocupados todos os seus membros, em número de 50, ainda nos dias de hoje. Trabalho monótono, aturado, de longa duração. Deste surgem trajes, cantigas, modas de dançar, maneira de o fazer, utensílios agrícolas em desuso, instrumentos musicais. Tem primado por levar a todo o lado onde é convidado a actuar, País e Estrangeiro, o nome do Seixo, a imagem do Concelho, a figura impar do Português, apaixonado a amante da sua terra: O natural do Seixo, o SEIXENSE!

Slide 1
À Conversa Com...

“ à Conversa com ……”, consta basicamente de uma curta entrevista feita por algum dirigente da ACR (ou outra pessoa que tome a iniciativa) a personalidades e cidadãos do Seixo que estejam á frente de Associações/ Instituições, que sejam reconhecidas pela sua contribuição para o desenvolvimento do Seixo ou, simplesmente, pessoas que tenham algo de interessante para contar, vivenciar e partilhar.
São entrevistas curtas, em ambiente o mais natural possível, sem qualquer preparação especial de cenário ou de guião de conversa pois o que mais interessa é registar, para “memória futura” e para conhecimento de todos aspectos interessantes da vida , da actividade, do progresso e, sobretudo, das gentes da nossa terra.
È pois uma iniciativa simples mas que se pretende interessante.
Fica o desafio a todos nós. Se tiverem um tema e uma pessoa interessante não hesitem. “Puxem” conversa e gravem que nós responsabilizamo – nos por colocar no site. Vamos pôr o Seixo a “correr mundo”.

Slide 1
Carolices

Nesta secção pode consultar o Boletim informativo da ACRSM de nome "Caroliçes" Este conta com noticias das várias secções e as diversas actividades realizadas bem como outras informações! Neste momento está a diponivél o Caroliçes 0, 1, 2, 3, 4, 5 e 6.

Slide 1
Programa Bairros Saudáveis
O Programa Bairros Saudáveis é um programa público, de natureza participativa, para melhoria das condições de saúde, bem-estar e qualidade de vida em territórios vulneráveis.
A ACR SEIXO está a preparar uma candidatura, que tem por objetivo dinamizar um pequeno investimento para a criação da Casa Comunitária – Centro de Memórias, e para impulsionar os Encontros Intergeracionais na comunidade e o Serviço de Apoio ao Emigrante, visando a promoção da qualidade de vida, da saúde e da participação da comunidade do Seixo, Cabeças Verde e Marco Soalheiro.
Porque a opinião de todos é importante, pedimos que até ao dia 12 de novembro enviem para acr@acrseixo.com as vossas ideias e propostas, de iniciativas possíveis de incluir na candidatura, que sirvam de resposta aos principais problemas da Comunidade do Seixo, ao nível de saúde, social, económico e ambiental.
Paralelamente, iremos fazer uma sessão de ideias no próximo dia 14 de novembro, pelas 15h, no Salão Paroquial, pelo que quem tiver interesse em participar deve cumprir com todas as normas atualmente recomendadas pela DGS, nomeadamente o uso de máscara.
Image is not available
Slide 1
O DESPORTO DA ACRSEIXO:
FUTEBOL DE 11
BASQUETEBOL
FUTSAL
FUTEBOL DE 11
BASQUETEBOL
FUTSAL
Slide 1
ACRSEIXO
ENALTECER O PASSADO,
Slide 2
ACR SEIXO
VIVER O PRESENTE
Slide 3
ACR SEIXO
E CONSTRUIR O FUTURO
previous arrow
next arrow
Slide 1
O TEATRO
NA ASSOCIAÇÃO
DA ACRSEIXO
Por pesquisas efectuadas, sabe-se da existência de Grupos de Teatro no Seixo desde 1887. Começou por ser representado nas estrumeiras, pátios e celeiros das casas gandarezas, passando por garagens e mais tarde na casa da Juventude, sendo que aí houve alturas em que existiam 2 grupos em actividade simultânea ensaiando e apresentando peças teatrais distintas: o grupo da Acção Católica Rural (ACR) e o grupo dos Pisadores da Calçada. Em 1980 o teatro passa a fazer parte integrante da Associação Cultural e Recreativa do Seixo conjuntamente com o Folclore (Rancho Flores Vivas do Seixo) e com o Futebol.
Com a Construção do Novo Salão Paroquial o grupo foi crescendo em quantidade e qualidade mantendo as tradições e dinâmica, com a encenação de pelo menos uma peça anual para levar à cena na altura do natal ano novo e reis, contemplando áreas como: a comédia, drama, recitais de poesia, monólogos, revista e até operetas.
Este crescimento permitiu alargar as fronteiras do Seixo, por enquanto ao resto do País, com a participação em ciclos e festivais de teatro, bem como com a reconstituição de feiras medievais desde há já 16 anos, os mesmos da 1ª Feira Medieval da Sé Velha de Coimbra em que temos colaborado em todas as edições.
Sendo um grupo amador, só à custa do esforço colectivo se tem conseguido levar o nome do Seixo do Norte ao sul do Pais e quem sabe daqui a uns tempos ao estrangeiro também…
A história é construída no presente, bem-haja a todos os que participam as portas estão sempre abertas a quem queira ajudar e colaborar
Contacto: teatro@acrseixo.com
Slide 1
TEATRO,
SUAS ORIGENS E
1º CENTENÁRIO ATÉ AOS NOSSOS DIAS
Os habitantes deste pequeno burgo, personificados em MANUEL FRANCISCO FIGUEIRA e seus descendentes, cultivavam e habitavam nas quintas do Seixo, alargando depois o aglomerado habitacional até às terras férteis do Seixo de Além.
Neste ninho humano de pássaros sem asas, de pés sem botas, de mãos sem luvas, cercados de pinhais, sem um palmo de asfalto que os levasse a Mira ou a Vagos, ( pois não havia a E. N. 109), restava apenas aos homens, lavrar e cavar as terras, ou esfolar o ombro a dar à vara e caminhar de pé nu sobre a fria geada do bordo do barco moliceiro, desde o cais do Areão até à Torreira quando o vento não era favorável. As mulheres, essas, cavavam também e estonavam aos homens, cuidavam da casa e do rancho de filhos.
A escola era só para os rapazes; as meninas aprendiam depois a ler e escrever com os irmãos. A escola era em Mira onde os alunos iam a pé. Mais tarde, foi criada uma escola, só para rapazes, em casa emprestada, sendo seu primeiro Mestre, à falta de melhor informação, o Sr. Prof. Ramos, natural de Ílhavo. Foram, penso que seus últimos alunos, Afonso Catarino, Naia Sardo, Miranda Catarino, Manuel e Amândio Oliveira, Manuel Camarinha e outros.
Este isolamento atrás referido faz nascer na alma deste povo a ideia de o minimizar com uma capela para os congregar à volta do altar, de um cemitério para os mortos sepultar e de um entretenimento, como agora se diz, para as noites de Inverno ajudar a passar.
Os dados estavam lançados. O que estava na dependência do poder religioso e político teria os seus custos mas demoraria o seu tempo, como se sabe. Resta-nos então o entretenimento que necessitava somente da força, garra, entusiasmo, dinamismo e vontade de todos aqueles que cultivando-se cultivavam, aprendendo ensinavam, divertindo-se divertiam e representando atraíam à frente de um palco quase todos os habitantes do pequeno burgo que é hoje o Seixo de Mira.
Slide 1
TEATRO,
EM IMAGENS
NA MEMÓRIA
Block
CONTACTOS

http://www.acrseixo.com/
918 342 061
Enviar mensagem
geral@acrseixo.com

Leitaria da Ti Rosa. Rua Padre S.Miguel nº15. 3070-544 Seixo